Nossos caminhos traçados,
cruzaram-se no inesperado
espaço de tempo que separava
nossos universos paralelos.

E entre suspiros e gemidos,
nossas faces se uniram
à mística arte de dois
corpos entranhados e acariciados,
pré-destinados a amar a vida,
nos amar, viver os sentidos
e sonhar pra sempre. Seu. Eu.

Enaltecer os prazeres,
transformar o calor em dizeres lentos,
sussurrados aos pés dos ouvidos.
Palavras, beijos, carinhos fluidos
emanados às vias de nossos destinos
e suavizados pelo vento postado
entre nossos momentos. Seu. Eu.

Esculpidos pelos desejos dos sinos,
que tocam as sinas e sopram,
nossos corpos se banham de paz
nesse novo caminho definido
por nós. Eu e Você.

Destinos.