na minha terra
penso nos mares
olho pros ares
arrasto os olhares
de quem nunca me viu

na minha terra
me torno mais eu
me viro num breu
me escondo do sol
sou meu apogeu

na minha terra
cultivo o milho
recolho e respiro
mais livre que livro
mais solto que vivo

naquela terra minha
brinco, sinto e reflito
vôo e busco meu brilho
meu pulso um suspiro
meu tato meu veio
meu leito meu ser

meu mundo
que gira ao redor
do meu sol

… minha terra …