Vasto pasto…
… porteira travada …

Correndo corremos
sempre sem mundo…
…burros… de carga
descarga… sem tempo…

Sem vento no rosto
um contorno… um esboço
uma vida selada…
encartada… com endereço
sem adereço… alma…

Despertador… TOCA-TOCA.

Acorda a casca… um tosco…
um pobre de bolso… espelho…
trincado… somos o que sempre
fomos… “soldados” soldados!